O que era esperado do aluno na redação do Enem 2017?

Carla Gobb Redação ENEM 2017

Entenda a proposta de redação do Enem 2017:

O tema da redação do Enem 2017 foi “Desafios para formação educacional de surdos no Brasil”. O assunto surpreendeu grande parte dos candidatos, pois, apesar de a inclusão social ter sido pauta em diversos temas treinados ao longo do ano, falar especificamente sobre os surdos pegou muita gente desprevenida.

Vamos analisar juntos a proposta? Confira 😉

Perceba que a palavra chave do comando é DESAFIOS. O aluno deveria dissertar sobre as dificuldades, os impasses para que a formação educacional de surdos seja implementada adequadamente no Brasil.

Se o participante, por descuido, não se atentasse a esse detalhe importante, poderia acabar discutindo apenas sobre a importância da inclusão dos surdos no sistema educacional, por exemplo. Nesse sentido, acabaria sendo prejudicado por cometer “tangenciamento do tema”, ou seja, tratar do assunto de forma relacionada, mas sem responder ao comando diretamente.

E o que era esperado do aluno na redação do Enem 2017?

Listamos alguns tópicos passíveis de discussão sobre o tema:

  • Capacitação precária de profissionais da educação. Fazer uma crítica à grade curricular das instituições de ensino superior quanto ao ensino de matérias que falem sobre inclusão e abordem metodologias de ensino adequadas aos surdos.
  • Instituições de ensino que oferecem apenas vagas, mas não oferecem acessibilidade aos surdos, ou seja, não dispõem de infraestrutura adequada para o aprendizado do indivíduo com surdez.
  • Instituições de ensino que rejeitam alunos surdos, por diversos motivos, dentre eles: não intenção de contratar intérpretes para a mediação comunicativa em sala de aula ou de fazer reformas do ambiente, como com investimentos em aparatos tecnológicos.
  • A LIBRAS, Língua Brasileira de Sinais, que foi oficialmente reconhecida e aceita como segunda língua brasileira desde 2002, possui pouca visibilidade em âmbito social. Isso prejudica a interação entre ouvintes e não ouvintes, corroborando para a manutenção da segregação dos indivíduos surdos, inclusive na escola, que é um espaço de convivência, socialização e trocas culturais.
  • Descaso governamental quanto ao cumprimento de propostas que garantam a plena acessibilidade aos surdos. O PNE (Plano Nacional de Educação) estabeleceu uma meta que garante um sistema educacional inclusivo, com salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados. Porém, esta realidade ainda é pouco efetiva.
  • Formação educacional diz respeito, também, aos níveis de ensino superior. Há inclusão aos surdos nas universidades? Há garantias de oportunidades no mercado de trabalho posteriormente?

Essas são as nossas sugestões. E você, o que problematizou? Vamos discutir. 😉

Nossa plataforma está recebendo o rascunho da redação do Enem para correção, seguindo os mesmos critérios da banca oficial. Guardou seu rascunho? Envie para a Imaginie!

Veja o tema e um exemplo de redação. 😉

Vamos debater sobre?