Redação ENEM: Saiu a nova cartilha do participante

Roberta Rinaldi Notícias

A Cartilha do Participante do Enem 2017 foi disponibilizada no final da tarde de ontem (16), e trata-se de um manual de redação para o aluno. Logo na introdução, observamos que pouco foi acrescentado em relação ao ano de 2016, quando também foi disponibilizada um material, a primeira atualização desde 2013. O Inep deixa claro que “a equipe aprimorou a cartilha, visando tornar ainda mais transparente a metodologia de avaliação da redação e mais evidente o que se espera do participante em cada uma das competências avaliadas.”

Portanto, não houve mudanças na forma de correção, como já havíamos postado AQUI.

O que há de diferente de um manual para o outro são as exemplificações de 8 redações que obtiveram nota 1000 no ano passado, cujo tema foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Vale a pena conferir.

A competência 5, que gerou especulações sobre uma possível mudança, permanece a mesma em termos de cobrança. Os critérios ficaram apenas mais claros, para não deixar dúvidas. Portanto, atente-se aos detalhes:

  • “A proposta de intervenção deve refletir os conhecimentos de mundo de quem a redige e, quando muito bem elaborada, deve conter não apenas a exposição da ação interventiva sugerida, mas também o ator social competente para executá-la, de acordo com o âmbito da ação escolhida: individual, familiar, comunitário, social, político, governamental e mundial. Além disso, a proposta de intervenção deve conter o meio de execução da ação e seu possível efeito, bem como o detalhamento da ação ou do meio para realizá-la. Ao redigir seu texto, evite propostas vagas ou muito genéricas; busque ações mais concretas, mais específicas ao tema e consistentes com o desenvolvimento de suas ideias. Antes de elaborar sua proposta, procure responder às seguintes perguntas: O que é possível apresentar como proposta de intervenção para o problema abordado pelo tema? Quem deve executá-la? Como viabilizar essa proposta? Qual efeito ela pode alcançar? O seu texto será avaliado, portanto, com base na composição e no detalhamento da proposta que você apresentar.”

Um tópico adicionado à cartilha deste ano foi a respeito das “pontas soltas” e retomadas, que já havíamos discutido AQUI. Veja o que diz o manual:

  • “Utilize informações de várias áreas do conhecimento, demonstrando que você está atualizado em relação ao que acontece no mundo. Essas informações devem ser usadas de modo produtivo no seu texto, evidenciando que elas servem a um propósito muito bem definido: ajudá-lo a validar seu ponto de vista. Isso significa que essas informações devem estar articuladas à discussão desenvolvida em sua redação. Informações soltas no texto, por mais variadas e interessantes, perdem sua relevância quando não associadas à defesa do ponto de vista desenvolvido em seu texto.

Apesar de a maioria das informações apresentadas já serem de conhecimento do participante que tem se preparado ao longo do ano, é interessante dedicar-se à leitura do manual, principalmente para gravar bem o que é requerido em cada competência.

Link para acessar Cartilha do Participante do Enem 2017:

http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/guia_participante/2017/manual_de_redacao_do_enem_2017.pdf

Bons estudos!

Vamos debater sobre?